Apple dá um passo a frente com o jailbreak

Com o iOS 5, a Apple pode ter vencido a guerra contra o jailbreak. O Cult of Mac  afirma que a companhia conseguiu limitar o hack apenas a exploits tethered, ou seja, aqueles em que o usuário precisa conectar o aparelho ao computador sempre que o smartphone for desligado ou reiniciado para que o jailbreak volte a funcionar, e eliminou a possibilidade de fazer o downgrade do sistema a uma versão mais antiga.

Segundo o Dev-Team, o beta mais recente do iOS 5 impede o salvamento de arquivos SHSH blobs, usados para validar o firmware dos dispositivos móveis da Apple, e que permitem com que os usuários possam voltar a um iOS anterior por meio do iTunes. Isso significa que não será possível voltar a um iOS anterior ao 5, mesmo usando versões mais velhas do iTunes. O Cult of Mac diz que a funcionalidade não está ativa no momento, mas a Apple pode revertê-la sempre que quiser.

Quem usa o jailbreak, as notícias não são boas também. A Apple também mudou o comportamento do APTicket, uma autenticação do sistema. Ao invés de ele mudar somente quando o sistema for restaurado, ele será renovado a cada boot. Ou seja, o jailbreak desaparecerá todas as vezes em que o iOS foi reiniciado. A única exceção é o exploit limera1n, do hacker Geohot, que é capaz de funcionar antes da renovação do APTicket.

A não ser que o Dev-Team  encontre novos exploits, o jailbreak tethered parece ser a única alternativa para quem quiser continuar usando a loja do Cydia. ”Embora fosse sempre uma ‘questão de tempo’ antes que a Apple começasse a fazer isso, é uma mudança significativa… embora sempre houveram formas de combater, o período do beta não é a época ou local para discutirmos isso. Apenas estamos avisando o que a Apple já fez nos betas existentes – eles deram um passo à frente em seu jogo!”, disse o grupo em seu site.