Oportunidades de um mundo hiper-conectado

Oportunidades de um mundo hiper-conectado. Vivemos em uma época na qual as pessoas não se conectam à Internet apenas para atividades específicas, mas que permanecem continuamente online nas ruas, em suas casas, no trabalho e na escola. Isso gera uma inovação acelerada e grandes oportunidades em termos de negócios, com empresas descobrindo novos públicos, criando novos fluxos de receita e diferentes modelos de atuação.

Tais características são fruto de um mundo hiper-conectado, uma realidade. Mas, na prática, o que representa?

Alguns números o ilustram: segundo a Cisco, até 2015 o volume de dados trafegados pela Web em cinco minutos será igual ao tamanho total de filmes já feitos no mundo. Ainda, nesse mesmo período, o tráfego anual chegará a um zetabite, cerca de 200 vezes o tamanho de todas as palavras já faladas por seres humanos.

Em termos de negócios, a Internet deixou de ser apenas recomendável para tornar-se o principal canal para crescimento e inovação. Ela oferece incontáveis possibilidades para pequenas, médias e grandes empresas. Porém, exige estratégias que a contemplem e, nesse sentido, é fundamental compreender as principais tendências que circundam a era da hiper-conectividade:

Segurança: Com a hiper-conectividade, a segurança digital se torna um tema crítico para empresas. Os ataques mais comuns são os Distributed Denial of Service (DDoS), que derrubam sites por meio do elevado volume de acessos. Realizamos um estudo recentemente que identificou aumento de 200% desses ataques entre 2011 e 2012, no mundo. Além disso, diversos tipos de ataques acontecem simultaneamente. Por isso, a prevenção por meio de ferramentas robustas é imprescindível.

Mobilidade: Estima-se que o tráfego global de dados via dispositivos móveis cresça 26 vezes nos próximos cinco anos. Essa adoção explosiva é uma das grandes responsáveis pela hiper-conectividade. Representa, ainda, uma oportunidade única para que empresas se conectem com um público maior, de maneira direcionada, pessoal e ágil. Porém, traz o desafio da implementação desse canal, que lida com diferentes pressões, como time-to-market e oferta para diversos devices. Assim, as empresas precisam estar aptas a entregar facilidade, experiências de alto desempenho e aderentes a cada usuário, em cada um de seus dispositivos e redes.

Mídia: Smartphones e tablets conectados a televisores, aparelhos de Blu-ray e consoles de jogos. Esses são alguns exemplos dos dispositivos que levam à rápida transformação na indústria de mídia e entretenimento por conta da demanda por programação online. Essa tendência gera possibilidades lucrativas para negócios que reúnam capacidades como: distribuição de vídeo, vídeos móveis, publicidade em vídeo e novos modelos de comércio. Simultaneamente, a entrega com qualidade desse conteúdo é desafiadora devido aos muitos dispositivos, à elevada expectativa do usuário, à proteção de conteúdo e à audiência fragmentada e de difícil identificação e mensuração.

Computação na nuvem: Fundamental para empresas que operam neste mundo hiper-conectado, a computação em nuvem compreende soluções as a service, otimização de serviços e um modelo de investimento em TI mais inteligente no qual paga-se conforme o uso. Porém, também oferece obstáculos, pois muitos optam pela combinação de redes públicas e privadas e serviços de terceiros. Tal heterogeneidade gera dificuldades de gestão e adoção. Até que esses problemas sejam resolvidos, o crescimento da computação em nuvem será limitado.

Tais tendências apontam para um cenário de inovação e oportunidades. Há grande potencial para as empresa que as dominam e os benefícios conquistados são inúmeros: aumento de clientes, fidelização, construção de reputação favorável, geração de novas receitas. Porém, é preciso cautela e agilidade para lidar com tais questões que são complexas e que evoluem numa velocidade nunca antes vista.

Felizmente, já existem no mercado fornecedores aptos a prover soluções para esses pontos, possibilitando que organizações tirem o melhor proveito da era hiper-conectada em que vivemos. É importante, agora, que as companhias invistam em plataformas online que acelerem sua nuvem e estratégia de mobilidade. Com isso feito, certamente passarão de espectadores a protagonistas desse rápido e complexo mundo hiper-conectado.

Fonte: IDG Now!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =