Tire proveito do Big Data

Tire proveito do Big Data. A complexidade está se tornando um dos principais problemas que os especialistas do setor devem superar. O sucesso de qualquer iniciativa de análise depende do impacto que ela terá sobre o negócio. Não se trata de apenas coletar dados, mas tornar essas informações em insights possíveis de serem executados, que gerem crescimento em receita, eficiência e redução de custos.

O ex-cientista-chefe da Amazon, Andreas Weigand, disse: “Os dados são o novo petróleo… O petróleo precisa ser refinado antes da utilização.” Este elemento precioso – vital para a economia e para os cidadãos – precisa ser buscado, extraído e gerenciado antes de chegar a ser um objeto de valor. E essa é a descrição perfeita do papel dos dados na TI. Exatamente como a economia industrial global, que é movida a petróleo, a economia da informação é movida a dados que foram refinados e analisados para propiciar mais eficácia nas decisões, eficiência nas operações e máximo impacto sobre a empresa.

É necessário muita habilidade, experiência e conhecimento para refinar dados “brutos” e transformá-los em algo útil. É um processo que envolve acessar e extrair dados de qualquer tipo de fonte de dados, classificar, preparar, transformar e entregar dados de todos os tipos. Isso explica por que 80% do tempo de um cientista dessa área é consumido apenas na preparação dos dados para análise. Embora o processo de coleta seja rápido, esses profissionais precisam extrair os dados e identificar, com todo cuidado, quais deles são os mais importantes. Além disso, precisam efetuar análises de vários indicadores, anomalias e tendências para depois retroalimentar o sistema com os valores mais informativos.

Junto com a evolução dos dados, surgem inovações no setor de análise, que tanto podem trazer enormes benefícios como também podem graves problemas para os cientistas. A complexidade está se tornando um dos principais problemas que os especialistas do setor devem superar. Nos últimos anos, apareceram inúmeras novas plataformas de computação analíticas, desde utilitários de análise, bancos de dados em memória até ferramentas ágeis de Business Intelligence para Hadoop. E essa nova geração de soluções de análise tem evoluído para lidar com uma variedade sempre crescente de dados e com constantes problemas de análise cujo surgimento também é constante.

Considerando estes fatos, como você pode automatizar o trabalho de preparação de dados, a fim de liberar seu tempo para concentrar nas análises e tomada de decisões? Como obter vantagens de todas as inovações tecnológicas relacionadas à análise de grandes volumes de dados, sem ter que treinar novamente toda a equipe? Como avançar rapidamente de um projeto piloto para a fase de produção?

Você precisa de uma plataforma de informação que dê suporte a todos os tipos de análise, incluindo as mais recentes tendências em tecnológicas para o Big Data. Uma solução capaz de entender, por você, as plataformas de computação analíticas e linguagens, de maneira a acessar e processar todos os tipo de dados, avaliar rapidamente as perspectivas e agilizar as inovações na era do Big Data.

Fonte: Computerworld

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × quatro =